Espanhol poderá ser a segunda língua oficial dos EUA

09 de Agosto de 2018
Espanhol poderá ser a segunda língua oficial dos EUA

 

A expansão da língua espanhola é indiscutível e vai muito além dos 21 países onde ela é o idioma oficial. Para se ter uma ideia, os Estados Unidos já têm mais hispanofalantes do que a própria Espanha, ficando atrás apenas do México, que tem o maior número de falantes do idioma no mundo.

Acredita-se, inclusive, que o espanhol poderá vir a ser a segunda língua oficial dos EUA. Isso, sem dúvida, abre novas oportunidades, na terra do Tio Sam, para quem é fluente no idioma.

Siga a leitura do post e descubra como o espanhol vem ganhando destaque no mundo.

Mais de 50 milhões de habitantes dos EUA falam espanhol

Hoje, o espanhol é a língua materna de 427 milhões de pessoas no mundo. Isso sem considerar os cerca de 53 milhões de habitantes dos EUA que falam o idioma fluentemente.

Segundo o último Censo americano, hoje vivem no país 41 milhões de falantes nativos de espanhol, além de quase 12 milhões de bilíngues.

Por isso, é precisamente nos Estados Unidos que o avanço do espanhol é mais percebido.
Na principal potência mundial, o idioma foi crescendo graças aos imigrantes hispanos e seus descendentes, que estão por todo o país, em especial nos estados do sul e nas colônias da costa leste, como Boston e New York.

E já foi o tempo em que o espanhol, no ambiente profissional americano, ficava restrito às cozinhas e construções. Hoje em dia, até mesmo documentos oficiais são redigidos em inglês e espanhol. Nos estados da Flórida e Texas, por exemplo, em muitas comunidades e em algumas empresas só se fala a língua espanhola.

O último Censo americano também indicou que, até 2050, serão nada menos que 132,9 milhões de hispanos nos EUA. Isso significará 30% da população do país. Por isso, muitos acreditam que o espanhol vai se tornar uma língua oficial nos Estados Unidos.

E o país já está se preparando para isso. Atualmente, 70% dos estudantes do ensino secundário têm o espanhol em sua grade curricular.

Falar espanhol é diferencial no currículo de profissionais brasileiros

Esse avanço do espanhol tem um impacto mundial – e o Brasil não poderia ficar de fora. Por aqui, o idioma também tem sido cada vez mais requisitado no mundo dos negócios, tanto que, de acordo com pesquisa da Catho, um gerente fluente no idioma recebe, em média, 29,7% a mais do que um profissional sem esse conhecimento. Por outro lado, uma outra pesquisa – essa realizada pela PageGroup – revela que apenas 9% dos executivos brasileiros dominam o idioma.

E sabemos que essa porcentagem tão baixa se deve muito ao tempo escasso que esses profissionais têm para se dedicar ao estudo de uma segunda ou terceira língua.

Por isso, o ideal é um curso de Espanhol para Negócios, voltado para as necessidades desse aluno e que possa se adaptar a sua rotina atribulada. Na Espanhol Fluente, oferecemos um curso online por videoconferência capaz de responder a essa demanda, tanto que nossos alunos, em três meses, já estão aptos a participar de uma reunião em espanhol e, em 12 meses, já falam o idioma fluentemente.

Entre em contato conosco e saiba como se preparar para esse avanço do espanhol no mundo. Não perca tempo!

 
 Compartir noticia